domingo, 22 de janeiro de 2012

Join-up: A conjução da sensibilidade

Na manhã de sábado do dia 21 deste ano, um amigo meu me apresentou um vídeo matéria do globo rural sobre um domador de cavalos diferente. Tudo bem com a matéria propícia em meios rurais, mas estávamos dentro de um a igreja onde as pessoas queriam receber benção do céus, força espiritual e talvez um milagre na alma.
Mas quando o meu amigo Alexandre se propõe a algo grandioso, sua matéria até então estranha se mostrou algo de enorme sensibilidade humana. Ele me apresento um homem incomum que tem o dom de "Domar" cavalos apenas com o respeito ao animal, amizade e muita, muita sensibilidade.
O vídeo da vida e trabalho de Monty Roberts me fez repensar sobre muitas coisas. Por exemplo, sua vida ao lado de um pai duro e carrasco não o deixou insensível. Assim como alguém que persistiu em seus sonhos, encontrei uma ponta de esperança em sua habilidade extraordinária. Se os cavalos de Monty o respeitam por sua sensibilidade, talvez eu e as pessoas ao meu redor também possamos encontrar paz na alma através de um "Amansador de corações". Talvez um dia possamos dizer que somos homens e mulheres melhores, mais humanos e por fim, segundo o coração de Deus. E quem sabe esse Pai que mora nos céus e tem filhos na terra não possa acalmar a minha e a sua alma?
Assista o vídeo e pense...onde está a sua sensibilidade humana?

"Por que estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem principados, nem postestades, nem presente, nem porvir, nem altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor." Romanos 8:38-39

OBS.: Hoje começa meu primeiro dia de trabalho depois da férias...show de bola

Assista ao vídeo:

1 comentários:

Postar um comentário

 
;